tempo-tempo.webp

SER PONTUAL NÃO É UM DOM

Psicologia da vida

Se tem uma coisa que é naturalizada no Brasil é o tal do ATRASO.

A gente atrasa pra chegar no evento. Atrasa o pagamento de uma conta. Atrasa pra entregar o trabalho prometido pra semana passada. Atrasa pra buscar o filho na escola.

Eu também me atraso mais vezes do que gostaria – e luto todos os dias pra voltar a ser a pessoa pontual que eu era. E sabe por quê? Porque atraso é desrespeito. Atrasar é dizer ao outro: você não é minha prioridade. Leia de novo a frase acima. É lógico que não estou falando de quando a gente se atrasa por um motivo justo (tipo bater o carro no trajeto ou um filho ficar doente naquele dia).

Estou falando das pessoas que estão SEMPRE atrasadas. Aquelas que todo mundo já conhece – e seu constante atraso vira até piada entre os amigos. Quando eu chego atrasada no trabalho, estou desrespeitando o acordo que fiz com quem paga meu salário.

Se me atraso pra chegar na igreja, estou dizendo às pessoas – e a Deus! – que tinha algo mais importante pra fazer e por isso não me planejei pra estar ali no horário certo.

Se marquei com um cliente às 10h e chego 10h40, estou dando a ele a justa opção de nunca mais escolher meus serviços. Ser pontual não é um dom que cai do céu; é um hábito que podemos construir. É uma DECISÃO. É uma questão de organização de horários, de fazer um cálculo REAL do tempo que você gasta entre se arrumar e fazer o trajeto até o local aonde você vai. Ser pontual é chegar na hora. Melhor ainda se for 5 ou 10 minutos antes. E essa é uma qualidade tão rara, mas tão rara, que virou motivo de admiração nos dias de hoje. Lembro-me de um homem que consertava meu ar-condicionado e chegava no portão da minha casa exatamente no horário combinado.

Tenho uma confeiteira a quem sou fiel, porque além de fazer bolos deliciosos ela sempre entrega 5 minutos antes do horário previsto. Ser uma pessoa pontual não é fácil, mas eu estou tentando por aqui. Que tal tentar por aí também?

Naiane Michelin
Últimos posts por Naiane Michelin (exibir todos)

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado no Facebook para comentar.