Imagem de Ichigo121212 por Pixabay

Um trabalhador na prisão

Um Minuto de Poesia

Quisera eu que a história aqui contada não fosse verdadeira
Que tamanha injustiça não tivesse ocorrido dessa maneira

Que o homem justo e sorridente não fosse encarcerado
Como bandido e estelionatário não tivesse sido tratado

Quisera eu que da esposa, filhos e netos não perdesse a convivência
Pois a sua conduta pelo caminho do bem lhe dava limpa consciência

Que, após a sua absolvição, a vida ao normal retomaria seu sentido
Que pela tristeza que atormentava a mente ele não tivesse adoecido

Quisera eu que, quando ele não suportou a dor, segurassem sua mão
Ao invés de dizerem: “Não se demore, pode ir: aqui está sua demissão!”

A bem da verdade, esta poesia se trata de uma história real
Porém, na Justiça, espera-se que haja um novo e feliz final 

Adv. Karoline Monteiro e Adv. Lucas Calvi Akl