A politização do direito é fatal à estabilidade democrática!

Estamos vivenciando desde um longo tempo, em nossa sociedade, o fenômeno da politização do direito, o qual implica em que o sistema judiciário e seus operadores estejam assumindo uma perspectiva de militância política e de associação com partidos políticos e lideranças específicos que rompe com a postura institucionalista, legalista, tecnicista, formalista e despersonalizada que deve […]

Leia mais

A extrema direita tem como único projeto político-cultural a regressão democrática e a deturpação e o solapamento do Estado democrático de direito

Hoje, o ideário político-cultural-institucional hegemônico que dinamiza a sociedade brasileira, das suas instituições e sujeitos institucionalizados para a sociedade civil e seus sujeitos não-institucionalizados, e vice-versa, é construído, imposto e implementado pela extrema direita brasileira, da qual o bolsonarismo é a sua expressão mais atual e, como estamos vendo, basicamente disruptiva em relação a condições […]

Leia mais

A história julgará os gestores anticiência, e não a OMS, pela má conduta pública na pandemia do coronavírus!

Leno Danner Certo jornalista aqui de Porto Velho escreveu há poucos dias que a história julgará a Organização Mundial da Saúde pela dubiedade, quando não pela condução equivocada, do enfrentamento da pandemia do coronavírus, em especial no que diz respeito à prescrição da cloroquina ou da hidroxicloroquina para tratamento da COVID-19 desde o início da […]

Leia mais

A história julgará os gestores anticiência, e não a OMS, pela má conduta pública na pandemia do coronavírus!

Certo jornalista aqui de Porto Velho escreveu há poucos dias que a história julgará a Organização Mundial da Saúde pela dubiedade, quando não pela condução equivocada, do enfrentamento da pandemia do coronavírus, em especial no que diz respeito à prescrição da cloroquina ou da hidroxicloroquina para tratamento da COVID-19 desde o início da manifestação dos […]

Leia mais

É possível pensar-se a política democrático-partidária sem messianismo?

Leno Danner Até mesmo o grande Max Weber, um dos maiores teóricos – senão o maior – da modernização ocidental como racionalização instrumental levada a efeito pelo Estado burocrático-administrativo e pelo mercado capitalista, acreditava que a política partidária conduziria nossas sociedades, já sem ilusões metafísico-teológicas, a um rumo sem saída dinamizado por um amplo processo […]

Leia mais

É possível pensar-se a política democrático-partidária sem messianismo?

Até mesmo o grande Max Weber, um dos maiores teóricos – senão o maior – da modernização ocidental como racionalização instrumental levada a efeito pelo Estado burocrático-administrativo e pelo mercado capitalista, acreditava que a política partidária conduziria nossas sociedades, já sem ilusões metafísico-teológicas, a um rumo sem saída dinamizado por um amplo processo de deslegitimação […]

Leia mais

Perder a confiança no judiciário é perder a confiança na democracia!

Por Leno Danner A Escola de Direito da Universidade de São Paulo produziu recentemente o documento Índice de Confiança na Justiça Brasileira (ICJBrasil), pelo qual constatou que apenas 29% da população entrevistada – e, por conseguinte, a média geral da população brasileira – efetivamente confia no judiciário, de modo que ele fica atrás de instituições […]

Leia mais

A democracia como valor pedagógico e a ameaça fascista

Por Leno Danner Para entendermos a ameaça fascista que ronda a democracia brasileira e que começa no sistema jurídico, por meio da politização do processo jurídico institucional/institucionalizante e do personalismo de seus operadores públicos, sob a forma de uma perspectiva antissistêmica, anti-institucional, anti-jurídica e infralegal, e só depois se dirige ao sistema político e à […]

Leia mais

Educação democrática em direitos humanos: ou por que algumas coisas só mudam pela educação

Por Leno Danner A tragédia nacional que vivemos hoje, em termos seja da intensificação e da dramatização de um dualismo político messiânico que instaura uma guerra de exclusão e de destruição recíproca, que instrumentaliza e minimiza a centralidade e o caráter universalista das instituições públicas, seja no que tange à naturalização e à normalização de […]

Leia mais