Polícia Federal deflagra operação para investigar fraudes na compra dos testes de Covid-19 em RO

Notícias

Por F1 Notícias

A Polícia Federal de Rondônia está investigando supostas fraudes na compras e licitações de testes rápidos de Covid-19 realizadas pela Secretaria Estadual de Saúde de Rondônia (Sesau). A “Operação Polígrafo” foi deflagrada nesta quinta-feira (30). O valor total da contratação investigada passa dos R$ 10 milhões.

Alguns fatores que chamaram a atenção da PF diz respeito à irregularidades na dispensa de licitação para compra dos testes, que não possuíam registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além do superfaturamento no valor de cada unidade de teste se comparado ao preço ofertado no chamamento público da Superintendência Estadual de Licitações (Supel).

São cumpridos 13 mandados de busca e apreensão em Porto Velho, Itajaí (SC), Balneário Camboriú (SC) e Rio de Janeiro (RJ). Os investigados, se comprovadas as irregularidades, podem responder por crimes como: fraude à licitação, corrupção, peculato, falsidade ideológica e associação criminosa. O nome da operação “Polígrafo” refere-se ao aparelho eletrônico conhecido popularmente como detector de mentiras, como menção às fraudes e direcionamentos das licitações.

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado no Facebook para comentar.