Quase metade das participações no Enade são dos cursos de Administração e Direito

Brasil

A maioria dos estudantes concluiu formação em instituições particulares

Conforme apuração do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),os cursos de Administração e Direito representaram quase metade dos estudantes que prestaram o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2018. 

Juntos, os cursos de Administração e Direito concentraram 48,5% do total de estudantes que fizeram o Enade, em 2018. Segundo o levantamento, 85% dos alunos de administração participantes do Enade são oriundos de instituições privadas. 

Em relação ao curso de Administração, 49,0% dos candidatos estudavam em universidades; 21,1%, em centros universitários; 29,0%, em faculdades; e 1,0%, em Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefet) ou Institutos Federais de Ensino Tecnológico (Ifet).Quanto aos estudantes do curso de Direito, 87,0% são de instituições privadas e 13,0% estudam em instituições públicas.

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes

O Enade é composto de 40 questões divididas em formação geral e em componente específico. A parte específica corresponde a 75% da nota e, a geral, a 25%. A avaliação é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composta por uma prova para avaliação individual de desempenho do estudante e um Questionário do Estudante.

De acordo com a legislação, devem ser inscritos no Exame os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição, bem como estudantes irregulares. No histórico escolar do estudante ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade. Em 2018, o exame foi realizado no mês de novembro.

*Com informações do Inep

Fonte: Agência Educa Mais Brasil