MPF quer explicação sobre mudança na divulgação de mortes por Covid-19

Brasil

De acordo com o documento, o órgão tem 72 horas para prestar esclarecimentos sobre o assunto

A Câmara de Direitos Sociais e Fiscalização de Atos Administrativos em Geral do Ministério Público Federal instaurou, nesse sábado (6) um procedimento extrajudicial para apurar a mudança na divulgação pública dos dados de Covid-19, pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o documento, o órgão tem 72 horas para prestar esclarecimentos sobre o assunto. O Ministério Público pede a cópia do ato administrativo que determinou a retirada do número acumulado de mortes do painel e solicita que o ministro esclareça o novo modelo adotado para divulgação das informações sobre a doença.

Desde a última sexta-feira (5), o ministério passou a divulgar o balanço mais tarde. O número total de contaminados e mortos pela doença não consta mais no Painel de Informações da Covid-19. O sistema também ficou fora do ar de sexta para sábado.

Em nota divulgada no sábado (6) pela manhã, o Ministério da Saúde informou que optou pela divulgação às 22h da noite para evitar subnotificação e inconsistências. Disse ainda que  “ao acumular dados, além de não indicar que a maior parcela já não está com a doença, não retratam o momento do país”.

Fonte: EBC

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado no Facebook para comentar.