Brasil tem 107,7 mil casos confirmados e 7.321 mortes por coronavírus

Saúde

No último domingo, 3, o país passou a ser a 9ª nação a atingir a marca das 100 mil pessoas infectadas

O Brasil registrou 107.780 casos confirmados do coronavírus nesta segunda-feira, 4, segundo dados do Ministério da Saúde. No balanço são registradas ainda 7.321 mortes, um acréscimo de 263 em 24 horas.

No último domingo, 3, o país passou a ser a 9ª nação a atingir a marca das 100 mil pessoas infectadas. A frente do Brasil estão Estados Unidos, Espanha, Itália, Reino Unido, França, Alemanha, Rússia e Turquia. Em relação a mortes, o país ocupa a 6ª posição.

São Paulo, epicentro da covid-19 no país, está com 32.187 casos confirmados da doença e 2.654 mortes.

Em Rondônia até a noite desta segunda feira (04) haviam 756 casos confirmados sendo 546 em Porto Velho.

No último final de semana, segundo Fernando Máximo, o Estado firmou um contrato de emergência com o Hospital Santa Marcelina. “Nós contratamos 20 vagas de leitos clínicos para atender pacientes positivados com Coronavírus do Cemetron, que se encontra lotado”, disse o secretário.

Sobre a contratação do Hospital Prontocordis, o secretário disse que o proprietário não quer assinar o contrato de locação que foi anunciado no dia 23 de abril. “Houve muita especulação sobre essa contratação. O dono do hospital está com receio e com medo de assinar por causa da repercussão que deu e por causa dos órgãos de controle. O contrato foi enviado para ele na última terça-feira (28), mas por causa da repercussão, cobranças que foram feitas, ele ficou assustado e não quis assinar”, esclareceu Fernando Máximo.

Outro ponto que fez o proprietário não querer assinar o contrato, segundo o secretário, foi por causa do valor que foi firmado no início das negociações. “Os preços também estão aumentando. O valor que ele nos ofereceu no dia que ficou acertado que iriamos contratar, ele acha que não são mais suficientes”, finalizou Fernando Máximo.

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado no Facebook para comentar.