Jovem que estudou em escolas rurais de RO consegue vaga de doutorado no Canadá

Educação

Rafael ganhou bolsa de estudos para estudar tipos de solos

O engenheiro agrônomo Rafael Cavassani, de 28 anos, tem uma história de vida que pode inspirar a juventude brasileira. Filho de Luiz Carlos Cavassani e Ivonete de Souza Cavassani, um casal de agricultores que se mudou para Cerejeiras em 1986, Rafael sempre estudou em escolas públicas.

O Ensino Fundamental ele fez numa escola rural no município cerejeirense. Já o Ensino Médio, ele o concluiu na antiga Escola Agrotécnica Federal de Colorado do Oeste (EAFCO), onde atualmente é um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO).
 
Logo após concluir o Ensino Médio, o jovem cerejeirense fez bacharelado e, logo em seguida, mestrado em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
 
No início de 2019, Rafael enviou uma proposta de pesquisa de doutorado para um orientador canadense. A proposta foi aceita e hoje ele está cursando o grau de Doutor em Ciências do Solo na University of Saskatchewan, no Canadá. O jovem acadêmico concluirá o doutorado em 2022. Para estudar no exterior, ele ganha uma remuneração do orientador da universidade.

Ao visitar a família em Cerejeiras, neste fim de ano, onde seus pais ainda vivem e cultivam terras na Linha 5,o jovem acadêmico de doutorado conversou com o Folha do Sul Online Ele disse que está estudando formas mais produtivas de solo e pretende trazer este conhecimento para a região de Cerejeiras. E dá um conselho aos jovens: “Meu conselho é que valorizem os estudos”, disse.

Fonte: FOLHA DO SUL ONLINE