Governador Marcos Rocha monta barreira fluvial sanitária para dar assistência às comunidades indígenas, extrativistas e ribeirinhas

Nova Mamoré e Região Saúde

Por: AgoraGuajará

Uma barreira fluvial sanitária foi montada no inicio da noite desta quarta-feira (24), na divisa dos rios Mamoré e Pacaás Novos em Guajará-Mirim.

A ação é do Governo do Estado de Rondônia, através da secretaria de estado da Saúde, e tem como ponto base para ação o Barco Walter Bártolo, o Barco Hospital, que ficará ancorado na entrada do Rio Pacaás.
De acordo com o coordenador chefe do barco, Giovane Guastala a missão inicialmente é de 18 dias, e a medida tem como principal objetivo, o combate ao novo coronavírus, e visa fiscalizar e monitorar as entradas e saídas via fluvial em Guajará-Mirim.

A ação visa monitorar todo e qualquer tipo de embarcação que precisar sair ou chegar à cidade pelo rio, e vai verificar a temperatura e sintomas gripais de todos os passageiros que por lá passarem. 

Caso hajam suspeitas serão realizados testes rápidos, a pessoa será atendida e receberá uma medição e orientações sobre o coronavírus.

O Governador do estado coronel Marcos Rocha, que esteve durante o fim de semana em Guajará-Mirim, já havia firmado compromisso com a nossa população , de disponibilizar total apoio ao município, quando fez a entrega de respiradores mecânicos, aparelho de Raio-x portábil, Raio-x fixo, monitores multiparâmetro, suporte de soro, leitos hospitalares e materiais hospitalares e camas.
De acordo com o Secretário Regional, Coronel Derzete , a nova missão do Barco que começou na noite desta quarta feita é resultado de planejamento de toda uma equipe que tem total apoio do governador.
A missão tem apoio de vários órgãos, entre eles FUNAI, Polícia Militar, 6º Batalhão de Infantaria, SEPOG e várias representações do Governo do Estado.

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado no Facebook para comentar.