Funcionário de companhia elétrica é executado a tiros na capital

Polícia

Um homem, identificado até o momento como Jerson Francisco Nunes, foi executado com pelo menos quatro disparos de arma de foto durante trabalhos para a empresa Energisa, Jerson era funcionário da empresa Rondonorte, terceirizada da Energisa. O caso aconteceu na Rua Eurico Caruso, bairro Aponiã, em Porto Velho.

O suspeito ainda teria agredido o trabalhador com coronhadas na cabeça antes de efetuar os disparos, os disparo atingiram a cabeça, a boca, e dois disparos na região do tórax. O companheiro de trabalho correu do local e só voltou com a presença da PM.

As primeiras investigações, seja que a execução ocorreu devido a algum trabalho realizado em alguma residência anterior a que o trabalhador estava.

O suspeito estava em um carro de cor branca modelo Fiat/Strada que estava sem a placa dianteira, após o crime o mesmo empreendeu fuga tomando rumo ignorado.

A equipe da Energisa disse que eles estavam realizando os trabalhos de religação de energia, aquele quando o consumidor ao quitar a conta em débito pede a religação.

Confira abaixo a Nota da Energisa a cerca do caso:

Nota à imprensa

A Energisa lamenta profundamente o assassinato do funcionário da terceirizada Rondonorte no momento em que prestava serviço no bairro Aponiã, em Porto Velho. A empresa informa que está trabalhando em conjunto com sua contratada para apoiar a polícia nas investigações e prestar total apoio à família.

Deixe seu comentário

Você precisa estar logado no Facebook para comentar.